No contato com nossos clientes do Espresso algumas dúvidas estão sempre se repetindo. Dentre elas, uma das mais comuns é: por quanto tempo é necessário guardar os cupons fiscais originais e as notinhas de minhas despesas?

Algumas empresas são orientadas por seus escritórios de contabilidade a guardar todos os papéis e, por isso, optam por continuar com o processo burocrático e ruim de se fazer reembolso de despesas e prestação de contas: usar planilhas de excel, malotes para enviar notinhas, etc.

Para resolver esse problema e tirar todas as dúvidas sobre a legislação que diz respeito a necessidade de guardar ou não as notinhas e cupons fiscais, consultamos o escritório TozziniFreire Advogados, um dos principais do Brasil, para nos emitir um parecer jurídico e orientar nossos clientes em relação ao melhor processo.

Para tentar deixar a explicação o mais simples possível, separamos em tópicos. Se você tem interesse em saber os detalhes relacionados a opinião legal do escritório sobre o assunto, sugiro que leia todos os itens desta publicação. Caso o importante para você seja saber apenas a conclusão do assunto, pode pular para o final do texto que não vamos ficar tristes.

Vamos aos tópicos:

Read More

Viajar a trabalho é uma situação muito comum nas empresas. Seja para uma simples reunião, um almoço com cliente/prospect e até uma longa viagem mesmo, essas situações geram despesas que, normalmente, são pagas pelo próprio funcionário e reembolsadas pela empresa posteriormente.

Todas essas despesas corporativas precisam ser comprovadas para que o reembolso ocorra de fato, e é aí que entramos no assunto desse artigo: caso o funcionário perca a notinha fiscal ou cupom do pagamento, qual a posição da empresa na situação?

Read More