March 18, 2024

Classificação de despesas corporativas: o que é e como fazer?

A classificação de despesas corporativas refere-se ao processo de categorização e organização das despesas de uma empresa de acordo com diferentes critérios, como natureza, finalidade, departamento ou conta contábil. Isso permite uma gestão financeira mais eficiente, facilitando o acompanhamento e análise dos gastos, identificando áreas de economia, otimização ou investimento.
Classificação de despesas corporativas: o que é e como fazer?

No mundo empresarial de hoje, onde cada centavo conta, a gestão eficaz das despesas corporativas é mais do que apenas uma prática contábil rotineira - é uma estratégia fundamental para impulsionar o sucesso financeiro. Neste artigo, vamos falar sobre os os conceitos essenciais da classificação das despesas, melhores práticas e inovações tecnológicas que estão moldando o futuro da gestão financeira.

Ao explorar os princípios fundamentais da classificação de despesas e os benefícios de uma abordagem precisa, vamos desvendar as nuances desse processo crítico e destacar como uma classificação eficaz pode impactar positivamente a análise de custos, tomada de decisões e transparência financeira.

Boa leitura! 

O que é classificação de despesas e sua importância para as empresas?

A classificação de despesas é o processo de categorização e organização das despesas de uma empresa em diferentes grupos ou contas contábeis. Isso permite uma compreensão clara de onde o dinheiro está sendo gasto, fornecendo insights cruciais para a gestão financeira. 

Desde as pequenas despesas do dia-a-dia até os grandes investimentos, tudo precisa ser devidamente classificado para garantir uma visão precisa das finanças da empresa.

Uma classificação precisa das despesas traz uma série de vantagens tangíveis para as empresas. Não se trata apenas de cumprir requisitos contábeis, mas sim de tomar decisões estratégicas fundamentadas. Alguns dos benefícios incluem:

  • Transparência financeira: Uma classificação clara e precisa das despesas promove transparência dentro da organização, permitindo que os gestores e stakeholders entendam facilmente como o dinheiro está sendo utilizado.
  • Identificação de padrões de gastos: Ao categorizar as despesas, as empresas podem identificar padrões de gastos ao longo do tempo, permitindo ajustes e otimizações para economizar recursos financeiros.
  • Facilitação da análise de custos: A classificação das despesas facilita a análise de custos, fornecendo insights valiosos sobre onde os recursos estão sendo alocados e identificando áreas que podem ser mais eficientes.

Na área corporativa, a precisão é fundamental, especialmente quando se trata de finanças. A seguir, vamos aprofundar a importância da classificação de despesas corporativas e como essa prática pode influenciar diretamente a saúde financeira da empresa.

Métodos de classificação de despesas

Ao lidar com as despesas corporativas, é essencial ter métodos eficazes de classificação para garantir uma gestão financeira sólida. Vamos explorar as diferentes abordagens e tecnologias disponíveis para classificar despesas de forma eficiente e precisa.

Categorias comuns de despesas corporativas

As despesas corporativas podem abranger uma ampla variedade de categorias, cada uma com sua própria importância e necessidade de classificação específica. Algumas das categorias mais comuns incluem:

  • Despesas de viagens e hospedagem: Inclui gastos com passagens aéreas, hotéis, aluguel de carros e refeições durante viagens a trabalho;
  • Despesas de escritório: Engloba custos relacionados a materiais de escritório, equipamentos de informática, aluguel de escritório e serviços públicos;
  • Despesas de marketing e publicidade: Compreende investimentos em campanhas publicitárias, materiais promocionais, eventos e atividades de marketing digital;
  • Despesas de pessoal: Envolve salários, benefícios, treinamento e desenvolvimento de funcionários;
  • Despesas operacionais: Inclui despesas relacionadas à produção, armazenamento, transporte e distribuição de produtos ou serviços.

Abordagens para classificar despesas: manual x automatizada

Existem duas abordagens principais para classificar despesas: manual e automatizada.

Classificação manual 

Envolve a entrada manual de dados e a categorização das despesas por parte dos funcionários. Embora seja uma abordagem tradicional, pode ser demorada e sujeita a maiores erros.

Classificação automatizada

Utiliza software especializado e algoritmos para identificar, categorizar e classificar automaticamente as despesas. Essa abordagem é mais eficiente, precisa e escalável, reduzindo significativamente o tempo e o esforço necessários para gerenciar as despesas corporativas.

Boas práticas na categorização de despesas

Para uma gestão financeira eficiente, é essencial seguir boas práticas na classificação de despesas. A seguir, vamos apresentar algumas diretrizes importantes que as empresas devem seguir para garantir uma classificação precisa e consistente das despesas.

O primeiro passo é estabelecer políticas de despesas claras. Isso inclui definir categorias de despesas, limites de gastos e procedimentos para relatórios e reembolsos. Políticas bem definidas ajudam a evitar confusão e garantem que todos os funcionários entendam as expectativas em relação às despesas corporativas.

Baixe grátis: [Ebook] Passo a passo para elaborar uma política de despesas corporativas

Além de estabelecer políticas, é importante fornecer treinamento adequado aos funcionários sobre como classificar despesas. Isso inclui treinamentos para orientá-los sobre o uso de ferramentas de gestão de despesas e fornecer exemplos práticos de classificação correta.

Apesar dos esforços para implementar boas práticas, as empresas ainda enfrentam desafios na classificação de despesas. Um dos mais comuns na classificação de despesas são os erros humanos. 

Isso pode incluir categorizar uma despesa incorretamente, registrar um valor incorreto ou omitir informações importantes. Para evitar esses erros, é importante, implementar controles de qualidade e utilizar ferramentas de automação sempre que possível.

Outro desafio é lidar com despesas que são ambíguas ou estão fora do padrão. Isso pode incluir despesas incomuns ou inesperadas que não se encaixam facilmente em categorias existentes. Para lidar com isso, é importante ter procedimentos claros para revisão e aprovação de despesas, bem como flexibilidade para ajustar as categorias conforme necessário.

Exemplo de como classificar uma despesa de viagem

Imagine que um funcionário da empresa fez uma viagem de negócios para uma conferência em outra cidade. Ao retornar, ele precisa classificar as despesas incorridas durante a viagem de forma precisa e consistente. Vamos mostrar como ele poderia fazer isso:

1. Passagem Aérea

Categoria: Despesas de Viagens e Hospedagem

Subcategoria: Passagem Aérea

Detalhes: O valor pago pela passagem aérea deve ser registrado aqui, incluindo todas as taxas e encargos associados.

2. Hotel

Categoria: Despesas de Viagens e Hospedagem

Subcategoria: Hospedagem

Detalhes: O custo da estadia no hotel, incluindo todas as noites e quaisquer taxas adicionais, como taxas de resort ou estacionamento, devem ser registrados aqui.

3. Transporte Local

Categoria: Despesas de Viagens e Hospedagem

Subcategoria: Transporte Local

Detalhes: Isso inclui qualquer transporte local utilizado durante a viagem, como táxis, ônibus ou aplicativos de transporte, juntamente com os recibos correspondentes.

4. Alimentação

Categoria: Despesas de Viagens e Hospedagem

Subcategoria: Alimentação

Detalhes: Todas as despesas com refeições durante a viagem devem ser registradas aqui, incluindo café da manhã, almoço, jantar e quaisquer refeições adicionais.

Classificar cada despesa dessa maneira garante que todas as transações sejam devidamente categorizadas e registradas para fins contábeis e de relatórios financeiros. Isso também facilita a análise posterior das despesas e permite que a empresa tome decisões informadas com base nos dados financeiros precisos e atualizados.

Sistema para automatizar a categorização das despesas corporativas

A tecnologia desempenha um papel fundamental na simplificação e otimização da classificação de despesas corporativas. Ter um software para organizar a gestão de despesas ajuda a simplificar e automatizar o processo, além de inúmeras funcionalidades que otimizam a rotina do financeiro.

Uma das vantagens é a captura de recibos e documentos fiscais através de dispositivos móveis. Utilizando a tecnologia de reconhecimento óptico de caracteres (OCR) para extrair informações automaticamente. Assim, a despesa é gerada automaticamente e já pode ser organizada no sistema. 

Outro ponto são as integrações com cartões de crédito e contas bancárias para importação automática de transações. Isso facilita bastante os processos operacionais do time do financeiro. 

Não menos importante, a integração com sistemas de classificação de despesas com sistemas contábeis e de planejamento de recursos empresariais (ERP). Isso permite uma transferência automática de dados entre os sistemas, garantindo consistência e precisão nos registros financeiros. 

Além disso, a integração facilita o acompanhamento do desempenho financeiro em tempo real e fornece insights valiosos para a tomada de decisões estratégicas.

Inscreva-se em
nossa newsletter

Receba em primeira mão a melhor curadoria de conteúdo para o financeiro.

Obrigado por se inscrever em nossa newsletter.
Oops! Alguma coisa não funcionou como o esperado.